Ação Aventura Estratégia Jogos MMO Plataforma RPG RTS

Acabou a paz: grandes jogos de Guerra que você pode jogar agora!

Acabou a paz: grandes jogos de Guerra que você pode jogar agora!

10/05 é Dia da Cavalaria e a gente aposta que você nunca ouviu falar sobre essa data! Felizmente, nós já. E além de uma promoção pra comemorar, preparamos uma lista com grandes jogos de guerra. Estratégia, FPS, ação, MMO… Aqui tem um pouco de tudo: jogos de guerra entre países, entre eras e entre raças (alienígenas ou não). Só não temos nenhum jogo entre guerra de irmãos ou amigos, mas isso pode ser arranjado no multiplayer dos itens dessa lista. Vamos começar?

24 jogos de Guerra para você curtir!

 

Total War: Warhammer

Abrindo nossa lista de jogos de guerra, trazemos uma das continuações do universo de Total War. Em Total War: Warhammer, temos o confronto entre os humanos e os mortos vivos pelo domínio do Velho Mundo. Além desse confronto direto, Os Guerreiros do Chaos descem do norte trazendo morte e ruínas, enquanto os Deuses do Chaos planejam concretizar seus planos. Total War: Warhammer é um jogo de estratégia em turnos em que você tem que evoluir suas tropas e construções enquanto domina e expande suas terras.

Veja também: Trailer 360º de Total War: Warhammer

Command & Conquer 3: Tiberium Wars

Saindo da fantasia medieval e entrando na área da ficção científica, trazemos Command & Conquer 3: Tiberium Wars. O ano é 2047 e o jogo se passa durante a terceira Tiberium War. O interessante desse jogo é que, no modo campanha, controlamos as três facções que formam essa guerra, assumindo o ponto de vista de cada uma em determinado momento da campanha. No decorrer da campanha, o próprio jogo vai te indicando como melhorar suas estruturas e tropas, para poder continuar a história da maneira mais adequada, servindo como um tutorial. Entre os jogos de guerra e estratégia, a série Command & Conquer é muito famosa, e Tiberium Wars é mais um jogo que satisfaz bem os gamers que gostam de uma história de guerra bem contada com um sistema de combate bem desenvolvido.

 

Europa Universalis IV

Dando continuidade aos jogos de guerra da lista, trazemos um que acontece somente entre humanos, em um conceito mais histórico. Apesar de também ser um jogo de estratégia, Europa Universalis IV é de um estilo único, em que temos um grande mapa do mundo, dividido em províncias que formam países. Cada província concede recursos e auxílio para seu país e você deve estabelecer um equilíbrio entre o desenvolvimento bélico, econômico e diplomático. Seu dever é dominar o mundo usando uma das três formas, seja como uma super potência bélica, superioridade econômica ou estabelecendo alianças através de trocas de recursos e auxílios, fazendo com que suas alianças façam a diferença no seu poder geral. As batalhas podem ocorrer por mar e pelo ar, utilizando critérios reais como diferenciais (tipo de solo, moral entre as alianças etc). Europa Universalis é um jogo de guerra surpreendente, lembrando muito o conceito básico do clássico jogo de tabuleiro WAR.

 

Crusader Kings II

Criado pela Paradox Interactive (a mesma criadora de Cities: Skylines), Crusader Kings II é um jogo de guerra e estratégia que é chamado de “simulador de dinastias”. Diferente da maioria dos jogos de guerra, Crusader Kings II tem estratégias que não se limitam às melhorias bélicas e econômicas. Assassinatos, casamentos e outros atos mais políticos são usados para garantir a sua supremacia. O elenco do jogo conta com alguns nomes conhecidos historicamente. Outro diferencial é que o jogo só termina quando seu personagem morrer sem deixar um herdeiro ou herdeira para suceder sua posição e manter o controle de sua dinastia. Se as conspirações da Game of Thrones chamam a sua atenção, Crusader Kings II com certeza fará o mesmo.

Veja também: Jogos para quem gosta de Game of Thrones

StarCraft (I e II)

Entre os jogos de guerra, StarCraft é um título que não precisa de apresentações. É, possivelmente o jogo de estratégia em tempo real mais famoso de todos os tempos, tanto no cenário competitivo quanto no amador. Foi em StarCraft que a mecânica de raças e atributos foi consolidado como um diferencial nas estratégias. Seu sucessor, StarCraft II, ficou tão popular que chegou à marca de 3 milhões de cópias vendidas durante seu primeiro mês de lançamento, e até hoje tem um grande público no cenário competitivo mundial, além de ter uma campanha muito boa que conta a história da guerra entre Terran, Protoss e Zerg.

 

World of Tanks

Trazemos aqui um dos jogos de guerra mais diferentes da lista. World of Tanks é um MMO de ação em time, em que cada membro controla um modelo de tanque usado na Segunda Guerra Mundial. Com variações entre peso, força, velocidade e agilidade, cada tanque gera uma combinação única para seu time. Você pode customizar seu tanque e deixá-lo do jeito ideal para seu estilo de jogo. Lembre-se: um bom piloto faz a diferença, mas é um bom time que consegue a vitória.

Veja também: As maiores comunidades de MMO do mundo

Star Wars: Battlefront

Star Wars: Battlefront foi a grande adaptação de todo o universo de Star Wars para jogos de guerra e ação multiplataforma. Alternando entre visão de primeira e terceira pessoa, grandes ambientações para modo multiplayer e singleplayer, você vive diversos personagens famosos e seus próprios durante a trama da primeira trilogia da saga. Star Wars: Battlefront também tem uma grande variedade de veículos, sejam as famosas naves espaciais, veículos terrestres e as famosas speederbikes. Se você gosta ou quer conhecer o universo de Star Wars e quer adquirir boas horas de diversão, Star Wars: Battlefront é um grande jogo de guerra que pode te dar isso.

 

XCOM 2

Continuação direta da história do primeiro XCOM, a guerra entre humanos e alienígenas acabou com a derrota dos humanos, agora cabe a você liderar um dos grupos de resistência nesse jogo de estratégia baseado em turnos. Faça melhorias em suas instalações, armamento e treine seus soldados. A estratégia para passar pelas missões é realmente importante, como em todos os jogos de guerra, pois qualquer morte dos soldados é permanente. Cada soldado também tem habilidades e perks únicos, somando um pouco de elementos de RPG à essa guerra.

 

This War of Mine

A guerra é algo que pode te fazer morrer sem motivo e como um bicho qualquer. This War of Mine leva esse conceito bem a sério. Ambientado em uma guerra que não é nomeada, seu dever é guiar um grupo de refugiados de guerra em busca de sobrevivência, em um tipo de jogo 2d stealth. Procure os recursos básicos para a sobrevivência de seu grupo e cuide para que eles possam defender esses recursos de outros saqueadores. Entre os jogos de guerra, This War of Mine pode ser o mais perto e real de uma experiência desse tipo.

 

Tyranny

Entrando novamente nos conceitos de guerras medievais, Tyranny é um jogo que apresenta a guerra causada por uma rebelião na região de Apex. No papel do “Peacebinder”, você entra nesse mundo com uma história muito rica em detalhes, e mesmo sendo o encarregado de ajudar na paz do local, você presencia e tem que participar de muitas crueldades nos dois lados dessa guerra. Um ótimo jogo de RPG entre as variedades dos jogos de guerra..

 

Warcraft III

Trazemos para a lista de melhores jogos de guerra outro clássico da Blizzard. Warcraft III nos leva à guerra entre humanos, orcs, night elfs e undeads. O modo história é dividido em cinco campanhas distintas, uma para cada raça e duas para os orcs. Todo o conceito do jogo é a estratégia e o uso de cada particularidade das raças para se ter uma vantagem. Além de ter uma história tão rica que acabou gerando o World of Warcraft, suas ambientações e variações de multiplayer acabaram gerando o conceito de todos os jogos MOBA modernos. A guerra de Warcraft é algo que vai te prender do começo ao fim.

 

Titanfall 2

Voltando à ficção científica, Titanfall 2 é um jogo de guerra no estilo FPS com o diferencial da série, os Titans, grandes exoesqueletos Mecha de guerra e a mecânica de parkour aplicada. Na campanha single player de Titanfall 2, você vive como Jack Cooper, que faz parte da Militia que está em guerra contra a Interstellar Manufacturing Corporation (IMC) pelo controle da Fronteira, uma região longe de planeta Terra. No decorrer de suas missões, você pode conseguir seus objetivos de diversas maneiras diferentes, como stealth, combate de curta distância, etc.. A variedade de armas de Titanfall 2 é grande, mas algumas delas apresentam restrições de Level, por exemplo. Entre os jogos de guerra, garantimos que ele tem um ótimo desenvolvimento do modo campanha e um Multiplayer que pode te proporcionar muita diversão.

Veja também: 10 dos melhores shooters de todos os tempos

Spec Ops: The Line

No décimo lugar da nossa lista de jogos de guerra, trazemos Spec Ops: The Line. Um jogo de tiro em terceira pessoa que é ambientado em Dubai após uma catástrofe. No papel do Capitão Martin Walker, você é enviado junto de um esquadrão de elite da Delta Force para fazer uma missão de reconhecimento no local. O diferencial de Spec Ops: The Line aos outros jogos de guerra, é que aqui você acompanha a sanidade mental de Martin Walker se deteriorando, à medida em que ele vai conhecendo os horrores da guerra. Um jogo que aborda o conceito de guerra de uma maneira muito próxima da realidade.

 

Worms Armageddon

Não sabemos bem se Worms Armageddon se enquadra em uma guerra de fantasia ou de ficção científica, mas sabemos que ele é um clássico dos jogos de guerra que nunca perde sua graça. O foco de Worms Armageddon é no seu multiplayer, em que você pode jogar formando times e enfrentando seus amigos com as armas mais aleatórias e divertidas dos jogos de PC, como a granada santa ou o Asno de Concreto. Apesar de ser um jogo antigo, ele continua mantendo muito bem a sua proposta, que é divertir.

 

Battlefield 1

Não poderíamos fazer uma lista de jogos de guerra sem citar Battlefield. Apesar de Battlefield 1942 ser um jogo inovador e abordar muito bem muitas frentes da Segunda Guerra Mundial, decidimos colocar Battlefield 1 na lista por conta da sua ambientação imersiva e fidedigna à Primeira Guerra Mundial. Com mecânicas revolucionárias e bem adaptadas, o jogador pode sentir como eram os combates naquela época, baseados em trincheiras e cavalarias, além da então recente invenção dos tanques de guerra e aviões de combate.

Veja também: Fatos sobre a 1ª Guerra que Battlefield 1 mostrou certo

Call of Duty: Modern Warfare 2

Com tantos títulos incríveis, seria difícil escolher somente um dos jogos de guerra da franquia Call of Duty. Escolhemos o Call of Duty: Modern Warfare 2 por conta do apelo público que ele recebeu. Críticas muito positivas, com um multiplayer online que ainda enche salas por sua mecânica imersiva e divertida, mesmo após 8 anos de seu lançamento. E não podemos esquecer de um dos momentos do jogo em que muitos ninjas cortaram cebolas perto dos players do modo campanha. Vale citar que as missões se passam em diversos lugares do mundo, até mesmo no Brasil!

 

Warhammer 40k: Dawn of War 3

Entre os jogos de guerra, Warhammer 40k: Dawn of War 3 é o mais novo título da série. O jogo é uma mistura de estratégia em tempo real e MOBA ambientado durante uma guerra galáctica entre as três facções conhecidas (Os Space Marines, Orks e os Eldars). O modo campanha do jogo te faz conhecer os pontos de vista de cada facção, e cada herói tem um set único de habilidades, o que faz com que o jogo não fique repetitivo e as estratégias sempre sejam renovadas.

 

IL 2 Sturmovik: 1946

O quinto lugar da lista dos jogos de guerra fica com IL 2 Sturmovik: 1946. Iniciado como uma expansão e coletânea de Flight Simulator, a desenvolvedora 1C o transformou em um jogo de guerra aérea, com veículos da Segunda Guerra Mundial e missões no modo campanha que acompanham o curso da guerra. Além disso, o jogo possui um multiplayer, fazendo com que você não sinta que está voando sozinho e assim deixa as missões mais dinâmicas e interessantes, transformando IL 2 Sturmovik: 1946 em uma ótima experiência de vôo e diversão dentro do cenário de guerra.

 

Valiant Hearts: The Great War

Valiant Hearts é um jogo que merece estar em qualquer lista de jogos de guerra, pois ele apresenta um novo ponto de vista, uma narrativa realmente atraente e ambientação harmônica com todo o jogo. Valiant Hearts é um jogo de Puzzle e aventura, ambientado na Primeira Guerra Mundial, em que o seu forte é a narrativa dramática da guerra e dos personagens envolvidos nela. O jogo te prende pela mecânica simples, mas que não é repetitiva. Defenda-se dos ninjas cortadores de cebolas.

Veja também: Os jogos com finais mais surpreendentes

Company of Heroes 2

Um dos poucos jogos de guerra que apresentam o ponto de vista soviético durante a Segunda Guerra Mundial, Company of Heroes 2 é a sequência direta do primeiro sucesso de crítica. Utilizando o estilo de estratégia em tempo real, você tem que administrar seus recursos, encontrar munição e combustível para se manter no combate. Além disso, você tem que prestar atenção nas questões climáticas, pois elas podem fazer toda a diferença entre vitória e derrota.

 

Hearts of Iron IV

Uma outra franquia que não poderia ficar de fora da lista é Hearts of Iron. A série já é um grande sucesso, não só entre os jogos de guerra e estratégia, mas no mercado de jogos em geral. Situada no período da Segunda Guerra Mundial, o grande diferencial em Hearts of Iron IV é que você pode ter o controle de qualquer nação do planeta, e seu objetivo é fazer com que sua nação seja a vitoriosa contra os grandes rivais da Segunda Guerra, utilizando recursos e evoluções para colocar em prática suas estratégias.

 

Rise of Nations

Rise of Nations é um dos maiores nomes na história dos jogos de guerra. O conceito dele é bem simples, você tem que escolher uma das 18 nações disponíveis e conquistar territórios até se tornar a maior potência global. O jogo conta com uma longa sequência de evoluções, partindo desde a Idade Antiga até a era da informação. Além da necessidade das evoluções de tropas e prédios, a construção de monumentos é um diferencial para sua conquista. Os monumentos são representações de obras reais, como o Coliseu, as Pirâmides, entre outros pontos.

 

Civilization VI

A franquia Civilization sempre te deu a opção da diplomacia, mas é na Guerra que se esconde a magia do jogo e a gente tem certeza que Gandhi assinaria embaixo. Civilization VI é um excelente exemplo de jogo que te dá opções, inclusive a paz. Mas tenha cuidado: as outras nações podem ser traiçoeiras, então lembre-se de nunca abaixar sua guarda. E especialmente: NÃO. CONFIE. EM. GANDHI!

 

Sugestões dos leitores de jogos de guerra

Vamos abrir esse espaço no blog para os jogos que forem sugeridos por vocês, afinal, nosso blog é para vocês! Vamos colocar alguns jogos de guerra que entram nessa lista por meio de sugestões, assim deixamos a lista mais completa.

 

Mount & Blade

A franquia Mount & Blade já é bem conhecida pelo público de RPG e de ação. Ele entra na lista por conta de sua história principal e expansões serem baseadas em guerras temáticas, como medievais, napoleônicas e vikings. Sua última versão incluiu um multiplayer que atua no papel de combate, removendo os elementos de RPG e formando times de até 100 pessoas. Se você ainda não experimentou esse tipo de jogo, vale a pena conferir agora!

 

Achou que faltou algum jogo na lista de jogos de guerra?

Não precisamos de um conflito armado! Acha que faltou alguma coisa na nossa lista de jogos de guerra? Então sinta-se livre e encorajado a deixar nos comentários a sua sugestão, soldado.

 

Deixe seu comentário

Recomendados para você